Microagulhamento e Microinfusão Percutânea de Ativos (MMPA)

A proposta já existia há mais de 50 anos, mas era realizada manualmente com seringas.
Desde meados da década de 1990 iniciaram a utilização de dermógrafos e outros equipamentos com a mesma finalidade.
Injetavam-se ativos diversos com o aparelho e suas microagulhas na epiderme e derme dos pacientes.
Ao mesmo tempo na França desenvolveram um aparelho semelhante a um “revolver de aplicar vacinas” que injeta muito rapidamente os ativos na derme. A mesoterapia que depois foi denominada Intradermoterapia dependendo da profundidade da infusão.
Vários trabalhos científicos foram realizados para aprimorar a técnica, como o de Gardeniers, H.J et all (” Micromachined Hollow Microneedles for Transdermal Liquid Transport”) em 2003, ou o de Martanto, W. et all (“Microinfusion using Hollow Microneedles”) em 2006.
Criaram outros aparelhos mais simples como o Dermaroller, Dermapen, MicronanoNeedles, Dermógrafos com adaptadores para microagulhamentos e vários outros nestes últimos 10 anos.
Desta forma adaptaram aparelhos de micropunturas para resultados mais precisos, procedimentos com menos dor e mais rápidos e eficazes.

Microagulhamento e Microinfusão Percutânea de Ativos (MMPA)
Hoje existem equipamentos ainda mais rápidos e eficazes que este aparelho, mas cujo princípio é o mesmo.
Atualmente várias denominações e siglas são dadas a este procedimento e aos aparelhos, como microinfusão de ativos, Skin Needling, Drug Delivery , entre outras.
Adquirimos estes novos equipamentos na Europa e Estados Unidos (existem pelo menos cinco marcas importantes). Com eles podemos produzir centenas de micropunturas na pele e se necessário infundir ativos na pele.

Praça Cel. Benjamin Guimarães, 65 - Sala 1903 Funcionários - Belo Horizonte - MG CEP 30130-030

(31) 99292-8987

contato@aguiarcoura.com.br

Segunda a sexta-feira de 8:00 às 17:30 hs